COMPARTILHAR

O seleccionador dos Mambas, Abel Xavier convocou hoje, quinta-feira, 26 jogadores nacionais para o último jogo de 23 de Março, contra Guiné-Bissau, a contar para a qualificação ao CAN-2019, no Egipto. Na lista dos eleitos o destaque vai para a inclusão de cinco atletas sub-23.

A equipa técnica dos Mambas já está a preparar o jogo do grupo “K” contra a Guiné-Bissau. Na lista divulgada hoje, Abel Xavier apenas revelou nomes de jogadores que actuam no campeonato nacional, sendo que a convocatória final incluindo jogadores internacionais será conhecida no dia 14 de Março.

“Definimos o estágio pré-competitivo como essencial e extremamente importante face o objectivo prioritário na preparação da equipa da melhor maneira possível, para defrontarmos a Guiné-Bissau na última jornada do grupo K ”, disse o timoneiro dos Mambas, na sua primeira intervenção na conferência de imprensa, onde igualmente fez saber que fazem parte dos convocados cinco jogadores das selecção nacional dos sub-23.

“Temos cinco jogadores que estão na faixa etária dos sub-23, queremos estimular incorporando no grupo sénior, porque achamos extremamente importante para potencializar e trabalharmos os aspectos importantes para a seleccão sub-23, que em simultâneo tem um jogo contra o Zimbabwe”, esclareceu.

Para Abel Xavier, o objectivo do estágio pré-competitivo é elevar o índice competitivo derivado dos “desiquilíbrios que temos no nosso Moçambola. Podemos dizer que temos três grupos para serem trabalhados. O grupo das equipas da capital está a ser potenciado com a realização do torneio Mavila Boy. Temos o grupo dos clubes das províncias que estão com mais défice competitivo a nível nacional. Mais tarde iremos ter o grupo dos internacionais moçambicanos, que está a uma densidade de jogo do último terço e que teremos que fazer uma gestão do nosso trabalho. São grupos que queremos nivelar considerando os problemas competitivos”.

Mais adiante o técnico afirmou que no dia 4 de Março será a concentração dos jogadores que actuam intramuros, com viagem à África do Sul. No dia 18 será a concentração dos jogadores que militam em equipa estrangeiras, também na África do Sul. “Significa a perspectiva da convocatória final será feita no dia 14. A viagem está contemplada no dia 21. Prevemos que o jogo seja no dia 23, às 17 horas de Maputo e 15 horas de Bissau”, frisou Abel Xavier.

Abel Xavier reconhece que o jogo é de extrema importância, pelo que irão jogar para ganhar, pois, em caso de derrota, a equipa não qualifica para o Campeonato Africano das Nações 2019.

“A Guiné tem que ganhar o jogo da mesma forma que nós temos que ganhar. Na primeira jornada do grupo CAN fomos conseguir um resultado histórico com a vitória na Zâmbia. Do ponto de vista de crença podemos ganhar fora e grupo demostrou isso. Se uma equipa conseguiu ganhar e eliminar a Zâmbia do CAN, obviamente que se somos dois favoritos, sabemos que somos capazes.

Os jogadores são os protagonistas, vamos criar as melhores condições possíveis para que possamos todos trazer a vitória”, lembrou do jogo contra os Xipolopolo, como forma de mostrar que a vitória é possível na Guiné-Bissau.

Na Tabela de classificação do Grupo K, os Mambas estão em terceiro lugar, com sete pontos, numa lista lidera pela Guiné-Bissau e Namíbia, ambos com 8 pontos. Moçambique parte para Guiné-Bissau no dia 21 do próximo mês com uma delegação composta por 47 membros, entre jogadores, equipa técnica, médicos, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui