COMPARTILHAR

Mbappé, ainda com uma jornada pela frente, tinha deixado claro no sábado que ia com tudo para pelo menos igualar Messi na luta por ser o melhor marcador da Europa. Assim que Messi tinha trabalho em Ipurua. O que não tinha em nenhum caso era medo.

E demonstrou-o à passagem da meia hora. Se no minuto 30 os de Valverde caiam com um golo de Cucurella, Leo Messi tomou as rédeas do encontro. No minuto 32 já ganhavam por 1-2.

A reviravolta era o menos importante, o que importava era dar m murro sobre a mesa para avisar Mbappé que ia ter que fazer uma jornada extremamente perfeita para recuperar os quatro golos de vantagem que o argentino tem sobre o francês na luta pela Chuteira de Ouro.

O bis foi puro Messi. Primeiro aproveitou um maravilhoso passe filtrado de Arturo Vidal que o deixou sozinho frente a Dmitrovic. Longe de ficar nervoso, encurtou ainda mais o espaço e bateu-o por baixo.

Quase sem tempo para o digerir, outro passe em profundidade, este rompeu o fora-de-jogo partindo em campo próprio (os rivais protestaram, o VAR confirmou) deixou o 1-2 com um subtil remate já dentro da área.

Recomendamos que veja:

Sobre Polémica: José Mourinho apanhado na praia com amiga especial que já foi apontada como sua amante;

Mbappé e Buffon destacam potencial do crack moçambicano Mexer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui