COMPARTILHAR

Com menos holofotes, mas grande potencial para brilhar no futuro próximo, o atacante Rodrigo Farofa (18) também foi um investimento recente do Real, que desembolsou aproximadamente 4 milhões de euros para tirá-lo do Palmeiras – na ocasião, estava emprestado ao modesto Novorizontino. Hoje, está a ganhar cada vez mais espaço no Real Madrid Castilla (time B).

O Barça, por sua vez, tem sido uma máquina de reforços ainda maior. Depois de trazer o volante Arthur, ex-Grêmio, a troco de 31 milhões de euros (com mais 9 milhões de euros em variáveis), os catalães fecharam no mercado de inverno europeu o empréstimo válido por uma temporada e meia do atacante Gabriel Novaes (19), que foi o artilheiro da edição deste ano da Copa São Paulo de Futebol Júnior com a camisa do São Paulo. A preferência de compra foi fixada em 5 milhões de euros (com mais 3 milhões de euros em variáveis).

Poucos dias depois de acertar com a joia são-paulina, o Barcelona assegurou a compra do lateral-direito Emerson (20), do Atlético Mineiro, por 12,1 milhões de euros, tendo, logo na sequência, cedido o jovem para o Betis até junho de 2020.

Com ajuda do empresário André Cury, que também é representante do Barça na América do Sul, outras duas promessas brasileiras também estão a caminho do Camp Nou: o zagueiro Vitão (18) e o lateral-esquerdo Luan Cândido (18), ambos do Palmeiras e com passagens pelas seleções de base. Juntos, sabe a A BOLA Brasil, devem custar 20 milhões de euros aos cofres catalães.

Atualmente, o Real Madrid conta com três brasileiros no elenco principal: Marcelo, Casemiro e Vinicius Junior. Éder Militão, que vive grande fase no FC Porto, tem um acordo apalavrado para reforçar os merengues no meio do ano. Já o Barcelona tem quatro: Arthur, Rafinha, Philippe Coutinho e Malcom.

A bola brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui